Muitas pessoas nos mostram suas marcas com muito orgulho, seguido da pergunta: Vamos registrar a marca da minha empresa?!

Convictas da originalidade sobre o nome, logo e layout. Muitas vezes me deparo com uma situação recorrente e desconcertante. Isso acontece porque a Marca representa toda uma construção de um projeto de vida, quase sempre construído com anos de trabalho e dedicação até você descobrir ter construído um castelo de cartas de baralho.

 

Você pode ter uma Empresa consolidada, ter vários clientes e mesmo assim ter uma "Marca Fraca". Mas como isso é possível? 

 Vamos, lá! 

São 03(três) as classificações de marca: FORTE, FRACA e DE USO COMUM (ou necessária).

 

MARCA FORTE

A marca é considerada forte quando não tem nada haver com a atividade, produto, comércio ou serviços desenvolvido pela empresa e que a marca irá representar.
Podemos citar como exemplo a Google. Após muitos anos de marketing, mídia e excelência na sua ferramenta de busca, até parece que Google é sinônimo de pesquisa . Ocorre que a marca Google não tem tradução é um trocadilho de googlo é o número 10 elevado a 100ª potência, ou seja, o dígito 1 seguido de 100 zeros.
Essa característica de ser original e sem ligação com atividade de internet, permite o registro da marca em qualquer país do mundo. No Brasil, o Instituto Nacional da Propriedade Industrial - INPI, recebeu vários processos da Google e estamos citando apenas um registro para efeito comparativo, registro sob n. 840052804, válido até 2025.

 

 

 

MARCA FRACA

Já a marca fraca ocorre quando EXISTE uma imagem, logo, ou logotipo, ligado a um nome ligado a atividade. Parece ser difícil mais é bem fácil de entender. De acordo com o Instituto Nacional da Propriedade Industrial - INPI, a marca "Pão Bom", registro sob n. 903790939, válido até 2025, é um caso de marca fraca por não ter o direito do uso com exclusividade dos nomes "Pão Bom". Essa limitação poderá ocorrer no todo como no caso apresentado ou em apenas nas palavras descritivas de atividade como padaria, oficina, confecção, farmácia, sapataria, etc.

MARCA DE USO COMUM OU NECESSÁRIA

Podemos afirmar que é um dos casos mais encontrados. No geral são apenas nomes sem imagem, logo ou logomarca. Para exemplificar vamos mostrar o processo da marca "CASA DO BOLO INTEIRO À PEÇA R$ 9,00",  Processo sob n. 903790939, INDEFERIDO com base na Lei da Propriedade Industrial. A marca não possui elemento suficiente ao menos para ser considerada marca. Esse caso é ainda pior por considerar "À PEÇA R$ 9,00", mera expressão publicitária. Esse exemplo não tem marca por ser apenas um nome.